sábado, 18 de outubro de 2014

Sagrado é o coração da árvore. Joaquim Pessoa

Carpinus coreana e punica granatum var. Nana


Adicionar legenda



"Sagrado é o coração da árvore, a vigília da pedra, a gravidez da
amêndoa, o pulsar do rio, a timidez do bosque, o trabalho dis-
creto da semente.
Sagrado é o lenho e a erva, o cavalo, o boi e o cão, sagrado é o
sol, sagrada a casa, a noite, o dia, o círculo e as pirâmides. E sa-
grado é o vento e a vontade, e o branco e a esperança. 
Sagrados são os montes e os filhos e os sentidos e os pássaros
...e os humildes. É sagrada a dança e a cabeça e o azul e a prima-
vera. Sagrados são os cornos do inverno e as flores amarelas.
Sagrado é o desejo que humedece o corpo. Sagrada é a distân-
cia. E a memória. Sagrados são os lábios, o cérebro e as mãos. E 
os astros, e a espuma e a teimosia dos metais.
E é sagrada a arte e o amor e a claridade. E o centro do homem.
E a voz da terra. O equilíbrio dos instintos. E o mistério dos mor-
tos e dos vivos. E as razões do amor.
Sagrada é a forma e a beleza e a luz e o fogo dos teus olhos."



Joaquim Pessoa 
https://www.facebook.com/joaquim.pessoa