segunda-feira, 27 de março de 2017

Arbutus unedo - Medronheiro

caso esta árvore sobreviva ao transplante e poda fica a faltar uma alfarrobeira para concretizar o projecto de manter em bonsai as árvores nativas e mais características o Algarve.
adquiri num viveiro, vinha com o sistema radicular muito deteorado e vulnerável. A poda das raízes foi conservadora mas será exigente para a árvore. Era impensável manter e recuperar a arvore naquele solo. Sendo nativa, espero que resista e recupere.
oa frutos do medronheiro são comestíveis mas no algarve são fundamentalmente utilizados para a produção de aguardente de medronho. A destilação deste fruto pensa-se datar do século X e pensa-se que terão sido os árabes a iniciar a destilação deixando depois o seu conhecimento.


em vaso de treino. Diferentes possibilidades de apresentação.


sábado, 11 de março de 2017

mame

uma semente que apanhei na rua. Nao me lembro quando, nem onde. Não sei para já qual é a espécie.


sexta-feira, 10 de março de 2017

adivinhando o caminho

levo-vos ao parque, para serem tudo em todo o lado. Recolho as asas e aguardo que abram as vossas. Dizes-me que não sabes se queres ser policia ou professora. Eu também não sei, tenta ser inteira no que preferires. Agora... Agora podes baloiçar de sonho em sonho. Leva a tua irmã pela mão, ela ama-te. Ela admira-te. Se fores feliz fazendo-a feliz, o teu caminho será melhor. Também o digo à mais pequena. É bom ter as mesmas frases para ambas, chamam-se valores. Claramente que se equilibram, voem juntas não sempre, mas sempre que precisarem.



quinta-feira, 9 de março de 2017

"você é capaz de corrigir sem ofender e orientar sem humilhar?"

"você é capaz de corrigir sem ofender e orientar sem humilhar?" Tão bom... Tão possível.

estamos sempre a aprender e muitas vezes talvez na maior parte das vezes aprendemos e ensinamos durante uma convivência, durante uma relação com o outro. Li um pequeno excerto de Mario Sérgio Cortella que me transportou para inúmeras situações. Quer enquanto aluno, quer enquanto orientador, quer enquanto filho ou pai, trabalhador ou chefe. Dependendo das circunstâncias podemos dizer a mesma coisa sendo gentil ou cruel, construindo ou derrubando o outro. É preciso ser honrado e piedoso para não derrubar o outro sobretudo o outro que está numa posição de maior fragilidade.
De seguida aramei o Acer que dei o nome de honra, não por ser um grande bonsai mas por representar justamente a humildade e esforço de ser bem sucedido. Se está a iniciar-se na arte Bonsai procure aqueles que têm a honra suficiente para o ensinar.


terça-feira, 7 de março de 2017

poda ulmeiro

esta é uma excelente espécie para Bonsai. Resistente, folha pequena, crescimento rápido. Ainda no princípio do seu desenvolvimento, mas já apresenta uma copa

frondosa após a copa e facilmente se percebe que a silhueta da copa irá disfarçar, porém não resolver, o problema de um tronco sem movimento e com pouca conocidade. Há 3 anos connosco.


proporções



esta punica granatum tem potencial para shoin. Tem uma base larga relativamente à altura, tem conocidade, tem a casca envelhecida, tem movimento a partir da base. Porém o ultimo ramo retirava claramente balanço à árvore, ultrapassando ligeiramente a base na direção do observador. O ultimo quarto tinha a casca mais nova, com pouco movimento e sem conocidade. Mas sobretudo fazia a árvore mais alta, perdendo a melhor proporção para a base. Penso que ainda terei sido conservador, mas não tendo. Certeza decidi podar conservando um broto novo em boa posição para construir a copa. Já seleccionei um vaso Erin para esta árvore, quando tiver orçamento...a árvore vai ser valorizada.

sábado, 4 de março de 2017

baixar a copa da macieira




a árvore estava a ficar marcada, pois a fita que a protegia do arame soltou-se. Por outro lado, pensei que já tinha criado madeira suficiente para manter a forma que pretendia. No entanto, após retirar o arame a copa subiu. A árvore perdeu assim um aspecto mais compacto e o terço superior perdia a relação com o tronco principal com curvas muito marcadas.

sexta-feira, 3 de março de 2017

hoje não



acabei de deixar a cozinha pronta para amanhã. Obssessões... Para elas amanhã a cozinha estará, como sempre está: Pronta para o pequeno-almoço, para pousar um caderno de desenho ou para um bolo que a mãe resolveu fazer.
choveu hoje durante todo o dia, as árvores nao precisam de água. Hoje basta olhá-las. Vejo os anos que têm passado e o que ainda há a fazer.
não ligo a televisão, por hoje chega de barulho. Abro uma cerveja. Brindo a mais um dia. Há uma luz numa ou outra janela, um ultimo cigarro fumado à janela no sexto andar do outro lado da rua. É um símbolo. Aquele cigarro é a minha cerveja que diz: terminou, por hoje está feito. Não foi mau, mas demasiado rápido. É sempre demasiado rápido.
amanhã por esta mesma hora vou baixar a copa da macieira, retirei o arame muito cedo. Podia fazê-lo hoje. Mas nao hoje nao.
primeiro vou beijar a minha esposa, abraçar as minhas filhas. Depois vou ajudar uma senhora a recuperar a capacidade para andar, após ter sofrido um AVC. Vai correr bem, tem apreendido bem as estratégias motoras e contribui para que controlasse o medo e a ansiedade. Depois disto é mais fácil que a cognição focalize. Mas à distância de uma noite tudo parece fácil. Tudo está sob controlo. Não está nada. Isso é da cerveja, do cigarro e da contemplação do que é mais simples. Hoje não. Hoje não treinei, hoje nao liguei a tv, hoje não toquei nas árvores. Hoje nao li um livro. Fiz o que me apeteceu cuidei-vos e depois parei. Tudo isso.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

dorme bem

Dormes a meu lado, no teu sono leve. Desculpa te acordar. Deixei as meninas na cama delas, são lindas. Dormem também. Em bons sonhos, tranquilas. É bom saber que lhes damos paz. Amanhã vão acordar cheias de vida novamente . Já fui correr, com saudades tuas. Com o remorso de não te ouvir. Mas sei que também estiveste a ler e a espreitar os teus gostos. É bom levantar encomendas para ti, descubro algumas janelas que espreitaste. Estive a ler Pessoa, aquele que aprendi a gostar contigo. Estive a ver bonsais e cerâmica. Cuidei das filhas como me pediste. Cuidei de ti também, queria que chegasses e te encontrasses na tua casa, na nossa casa. Na casa da nossa família. Queria que chegasses e pudesses ter a certeza que és muito amada.
Foi bom ver-te com as meninas no chão a rebolar. Foi bom ver-te sorrir. Foi bom ver-te conversar. Foi bom ver-te de pijama e desmaquilhada já no nosso ninho. Eu amo-te porque gosto de te ver feliz. Gosto de te observar de longe. O meu silêncio é isto. Eu não te oiço. Eu não vos oiço. Talvez. Eu olho-vos, eu observo-vos. Os vossos gestos são a minha leitura de lazer. O meu silêncio são os meus olhos. O meu silêncio são as imagens  que me passam na cabeça. O meu silêncio são os meus sentimentos em fotografia. O meu silêncio são os palpites sobre os vossos pensamentos e sentimentos.
Eu quero muito viver contigo. Anseio viver. Estamos tão perto que parece mentira. Eu amo-te muito, de uma maneira que por vezes podes não entender, mas eu amo-te muito. Beijo boa noite