quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Populus nigra, Outubro 2014


Uma das estacas perdeu-se. A minha inexperiência, fez com que não tenha fixado correctamente com arame as estacas. Por outro lado, a altura das estacas, exigia vasos mais altos. Um dia de ventos fortes, derrubou a estaca com a casca mais velha.
Sei que o material não é excepcional. Não vou ter árvores de valor a partir daqui. E compreendo que alguns amantes seniores da arte e coleccionadores mais experientes, apenas determinei um destino a estas estacas no vaso: o lixo. Porém, eu para já não me importo de investir tempo nestas estacas. Também é artista aquele que consegue retirar o máximo potencial da árvore. Não é que seja grande artista, pelo contrário, mas não me importo de o tentar ser. Se esta é a madeira que tenho, esta é a madeira que vou tentar trabalhar.

Problemas de proporcionalidade e conocidade deixam antever uma poda severa. Depois logo veremos como os choupos respondem.