segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

impermanência



não. Não estamos sempre felizes. Se a alegria é uma luz, a tristeza é a sua sombra. Não. Não estamos sempre felizes. Atrás de uma decisão há um novo caminho que parece todo iluminado, mas sempre surgirão vultos, fundirão lâmpadas e sombras a parecerem o abismo. Nao. Não estamos sempre felizes. Mas continuando a caminhar, sempre em frente perante os medos tudo se torna nítido até uma próxima neblina. Todos temos o direito de sofrer um pouco, mesmo que no meio de uma vida feliz. Todos temos o direito ao silêncio, a aceitar um abraço mas não querer sair logo á rua. Todos precisamos de um tempo para nos criarmos ou para nos recriarmos. Há sempre dias assim. Vocês também os vão passar e ultrapassar com a certeza da nossa atenção, afecto e ajuda. Esses serão os meus, os nossos dias de maior angústia. Mas ninguém cresce inundado em alegria, a tristeza também nos ajuda a progredir.
é bom aceitar a impermanência de nós próprios, no meio da complexidade que nos rodeia. Sim. Sim somos normalmente felizes.