quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

A planta mais maravilhosa do mundo

Aqui está a Dionaea Muscipula, após 4 semanas de transplante para Sphagnum, Akadama e Kyriu, colocada a pleno sol desenvolveu bem, ganhou a coloração vermelha nas folhas e começou a caça. Depois do insecto tocar um dos três receptores da planta, o relógio começa a contar, tocando novamente dentro de um intervalo de 20 segundos... é apanhado. As folhas fecham num terço de segundo.

A luta do insecto para se libertar, mantém a estimulação dos receptores e a planta tende a encerrar ainda mais a sua folha. Ao final de dois dias inicia a libertação de enzimas para realizar a digestão.
 Por isto Darwin admitiu que para si a Donae é a "Planta mais maravilhosa do mundo."
Em breve flor e sementes